Início  >  Orçamento Participativo  >  Propostas para OP Seia  >  Esterilização de 100 canídeos* (machos e fêmeas)

Esterilização de 100 canídeos* (machos e fêmeas)

Proposta: Mobilização de fundos para a efetiva realização de uma campanha de captura (prevê o apoio do Canil Municipal) e esterilização de canídeos* (machos e fêmeas) comunitários ou sem detentor identificado. Os fundos necessários englobam custos médico-veterinários, associados com procedimentos cirúrgicos (esterilização) e medicina preventiva (vacinação e desparasitação). * não podendo ser previamente estimado o preço da esterilização, uma vez que a mesma depende do peso do animal, chego a um preço justo por animal tendo em conta que na sua grande maioria os cães identificados são de porte pequeno ou médio. Posteriormente, caso a proposta seja vencedora, pretendo que o número de canídeos esterilizados possa atingir os 100. Esta medida pretende ainda alcançar o processo de adoção no Canil Municipal (para a qual a identificação eletrónica (microchip) é obrigatória). Neste caso, pretende-se que seja delineado um protocolo com uma clínica veterinária para a emissão de um cheque-esterilização com a identificação do animal adotado. Posteriormente, será o detentor do animal adotado a contactar a Clínica Veterinária, mencionando que é possuidor de um cheque-esterilização facultado pelo Canil Municipal tendo sempre em atenção a validade do mesmo. O contacto com a Clínica Veterinária definida e o agendamento da intervenção são da responsabilidade do adotante. Esta iniciativa vai ajudar Seia a ter uma atitude positiva perante um problema. Justificação: O número de animais a viver nas ruas da cidade ascende a algumas dezenas. Um programa baseado na captura e esterilização representa uma forma eficaz e humana de controlo do número de animais. Esta é uma realidade que não pode continuar a ser ignorada e é o motivo principal para esta proposta. No seguimento da Iniciativa Legislativa de Cidadãos pelo fim dos canis de abate, recentemente aprovada com o voto favorável de todos os partidos políticos com representação na Assembleia da República (que representam o voto de 4.894.672 eleitores), compete às câmaras municipais, por razões de saúde pública, proceder à captura, vacinação e esterilização dos animais comunitários ou sem detentor. A proposta que aqui se apresenta para votação ao orçamento participativo, visa assim colocar Seia na lista de municípios que demonstram uma preocupação para com o controlo, através de métodos humanos e éticos, da sobrepopulação de animais. Vantagens: - Promover a saúde pública e encontrar uma solução eficaz para o problema dos animais errantes, nomeadamente a adoção; - Prevenir certas doenças e diminuir a probabilidade do aparecimento de outras; - Efeito direto comprovado no aumento da qualidade e da esperança média de vida dos animais; - Considerando a capacidade reprodutora dos animais e a sua multiplicação exponencial, os custos de uma política de abate – rejeitada pelo parlamento Português - serão igualmente evitados, mudando-se para uma lógica de prevenção da reprodução e controlo - a montante – por oposição a uma atividade meramente remediativa e de controlo não ético por via do abate; Local: Concelho de Seia Freguesias: Alvoco da Serra; Carragozela e Várzea de Meruge; Girabolhos; Loriga; Paranhos da Beira; Pinhanços; Sabugueiro; Sameice e Santa Eulália; Sandomil; Santa Comba; Santa Marinha e São Martinho; Santiago; Sazes da Beira; Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros; Teixeira; Torrozelo e Folhadosa; Tourais e Lajes; Travancinha; Valezim; Vide e Cabeça; Vila Cova à Coelheira;
Bruno Loureiro Barreirinhas
14-11-2016

logo rodape

Câmara Municipal de Seia
Largo Dr. António Borges Pires
6270-494 Seia
Telefone: 238 310 238
E-mail: orcamentoparticipativo@cm-seia.pt

partilhar

 
wiremaze